Seguidores

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Busca por vida abaixo da capa de gelo na Antártica é paralisada

Busca por vida abaixo da capa de gelo na Antártica é paralisada
Os glaciologistas da Antártica tiveram, neste final de ano, uma péssima notícia. O projeto de sondagem em andamento no lago subglacial Ellsworth foi paralisado graças a problemas na sondagem. A tecnologia de sondagem utilizada, que usa água quente para penetrar no gelo, não permitiu atravessar a espessa camada de gelo que capeia o lago subglacial. Acredita-se que demorará anos até que eles tenham um equipamento capaz de atravessar o gelo e coletar as amostras de água do lago.
O Lago Ellsworth é um dos muitos lagos totalmente cobertos por gelo, que estão isolados a milhões de anos da superfície. Os geólogos e cientistas acreditam que eles devem abrigar formas de vida ainda desconhecidas do homem. O projeto foi planejado por uma década e custou 12 milhões de dólares e, agora, teve que ser paralisado para desgraça dos pesquisadores. Durante a fase inicial foram feitos estudos de radar que mostram um lago de 15km com 156m de profundidade coberto por uma camada de gelo de 3.000m de espessura.
Mas nem tudo está perdido.
Em 2012, cientistas russos conseguiram sondar e amostrar a água do Lago Vostok, também coberto pelo gelo, usando uma sonda a querosene. No entanto, as amostras foram contaminadas por bactérias superficiais e os estudos feitos pela equipe russa estão sendo contestados e desmerecidos por cientistas ocidentais. Ocorre que nem tudo recuperado pela sondagem foi de vida microbiana e, com certeza, os seres multicelulares não foram introduzidos por contaminação.
O Lago Vostok, (veja o diagrama) que foi selado pelo gelo a 15 milhões de anos, se mantém líquido por atividade geotérmica na sua porção mais profunda. As amostras coletadas durante a sondagem mostram vários organismos, que ainda estão sendo estudados, como fungos, bactérias, artrópodes, pulgas dágua e moluscos. Os cientistas russos acreditam que ainda existem peixes vivos no lago coberto por 3.700m de gelo.
Diagrama por: Shtarkman et al.

Nenhum comentário:

Postar um comentário