Seguidores

sábado, 29 de março de 2014

Minério de ferro na China: uma indústria em extinção

Minério de ferro na China: uma indústria em extinção
O grande número de pequenas minas, ou garimpos de minério de ferro, onde a lavra é feita com baixa qualidade, poucos investimentos e baixa tecnologia, está tornando o minério de ferro chinês inviável.
Essa é a discussão clássica sobre as vantagens e desvantagens do garimpo sobre a mineração tradicional. No médio-longo prazo o garimpo sempre irá perder, pois o que conta é o custo operacional da mina. Por mais socialistas que possamos ser, no final, o que separa os homens das crianças na mineração são os custos de produção. Nesse quesito os chineses estão longe dos mineradores profissionais que produzem com custos muito baixos.
O gráfico acima mostra a situação dramática que os produtores chineses se encontram. Em lilás vemos que os chineses, com raras exceções, produzem um minério de ferro caríssimo, entre 90 a 150 dólares por tonelada. São centenas de milhões de toneladas de um produto que não só é caríssimo, mas, também, de baixa qualidade. Em 2013,  83% da produção chinesa de minério de ferro veio de minas de pequeno a médio porte, que produziram 1,1 bilhões de toneladas de minério. Esse minério nunca poderá competir com o minério da Vale, Rio ou BHP,  que mesmo após o transporte de milhares de quilômetros chega aos portos chineses a US$50/t...
Já os grandes mineradores chineses, produziram apenas 17% da produção total, o equivalente a 224 milhões de toneladas. Esses 26 maiores mineradores tem um custo médio de US$74 por tonelada que não permite uma competição, sem subsídios, contra o minério de ferro importado. Em decorrência desta situação as importações de minério de ferro chinesas continuam crescendo. Em 2013 a China importou 818 milhões de toneladas de minério o que corresponde a 72% de suas necessidades. Já para 2016 a importação subirá para 80% . Enquanto isso a mineração chinesa de minério de ferro perde a competitividade e começa a ser sucateada, mesmo com os investimento de algumas mineradoras.
Até onde o governo pode sustentar essa situação?
Acreditamos que chegará o dia, na China, onde o minério de ferro será mais importante que os mineradores e a maioria dos mineradores chineses irão quebrar. Somente assim que os preços poderão, efetivamente, cair abaixo de US$90/t.
Uma escolha de Sofia que será enfrentada pelo Governo Chinês, em muito breve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário