Seguidores

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Nautilus mais próxima da primeira lavra de cobre submarina

Nautilus  mais próxima da primeira lavra de cobre submarina 
A junior canadense Nautilus Minerals finalizou um contrato com o Governo de Papua Nova Guiné que permite a lavra submarina de depósitos de cobre e ouro no leito marinho. A operação irá ocorrer a 1.500m e está sendo planejada nos últimos 24 anos. Somente agora, com o acordo selado é que o projeto entrará na fase final. A Nautils espera iniciar em menos de 5 anos.
O Governo de Nova Guiné irá contribuir com US$120 milhões o que lhe garantirá 15% do empreendimento.
   A mineralização do projeto Solwara-1 será lavrada por uma escavadeira submarina robótica, controlada por um navio. A máquina já está construída e irá retirar somente a camada superior do leito marinho onde foi depositada uma lama metalífera de alto teor de cobre e ouro expelida de fumarolas vulcânicas submarinas (veja o diagrama). O interessante é que a lama continuará a ser depositada durante a lavra o que permitirá o retorno da operação após uma nova acumulação econômica de minério.
A lavra do leito do mar ainda está na fase inicial e, até hoje, somente 19 licenças foram emitidas pelo organismo responsável a International Seabed Authority.

Nenhum comentário:

Postar um comentário