Seguidores

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Carvão: China cria novas tarifas de importação. Australianos desesperam

Carvão: China cria novas tarifas de importação. Australianos desesperam




Em busca de um ar mais puro os chineses estão tentando melhorar a qualidade do carvão importado e reduzir as importações.

É com esse objetivo que o governo chinês terminou ontem com a tarifa zero sobre o carvão importado.

A partir de agora o antracito, carvão de alta qualidade terá um imposto de importação de 3%, os outros carvões mais pobres de 5% e o betumem de 6%.

Com as novas taxas  a tonelada do carvão térmico subiu US$4.40.

O ajuste dá, também, um novo fôlego aos produtores de carvão doméstico que estão com margens muito reduzidas, com 70% deles já no vermelho. As importações chinesas no ano caíram 5,3% para 202 milhões de toneladas.

Esse imposto irá penalizar sobremaneira os mineradores australianos.

A Austrália é a principal exportadora de carvão para a China e as suas minas já estão começando a fechar, graças às reduções das importações dos chineses, das novas exigências quanto à qualidade e dos preços que já despencaram 22% neste último ano.

Até a brasileira Vale já fechou duas minas de carvão na Austrália, amargando um prejuízo bilionário.

A nova tarifa de importação será o beijo da morte para muitos mineradores australianos de carvão. Mais de 10.000 empregos já foram cortados na indústria de carvão australiana antes dos novos impostos... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário