Seguidores

domingo, 25 de janeiro de 2015

Depois de ultrapassar os US$1.300/onça o ouro cai 1,2%

Depois de ultrapassar os US$1.300/onça o ouro cai 1,2%


O ouro está tendo uma excelente performance em 2015. Desde o início do ano ele subiu mais de 9%. Ontem, pela primeira vez no ano, ultrapassou a barreira dos 1.300 dólares por onça.

Entretanto, hoje, o metal cai mais de 1,2% com as notícias vindas da Europa onde o Banco Central Europeu está iniciando um programa de estímulo que irá injetar 60 bilhões de euros na compra de bônus a partir de março.

Este estímulo visa tornar os empréstimos e as exportações mais baratas o que vai ajudar as empresas a expandir.

As bolsas subiram na Europa e nos Estados Unidos, mas as ações das mineradoras de ouro estão em queda. A AngloGold cai 2,7%, a Yamana -2,27% e a Barrick Gold -1,83%.

Enquanto isso a Zona do Euro ainda luta contra os efeitos da crise que afetou os chamados PIGS (Portugal, Itália, Grécia e Espanha) onde o débito devastou as economias causando um desemprego assustador. Daí a necessidade dos estímulos à economia.

O ouro, que anda na contramão das crises, caiu.

Os preços do ouro futuro também caíram refletindo as expectativas dos investidores. A prata futuro caiu, também, 0,6% atingindo $18.245 a onça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário