Seguidores

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Venetia, o kimberlito mais lucrativo da África do Sul, em direção à lavra subterrânea

Venetia, o kimberlito mais lucrativo da África do Sul, em direção à lavra subterrânea



Venetia é um kimberlito situado no Limpopo Belt, que se popularizou por ser o maior produtor de diamantes da África do Sul, batendo jazimentos famosos como Premier e Finsch. O pipe de Venetia foi descoberto em 1980 pela De Beers e entrou em produção em 1992. Desde então a mina vem sendo lavrada a céu aberto e contribui com 40% de todo o diamante produzido no país.

Mas os dias da lavra a céu aberto estão contados. O fundo do pit, a 400m da superfície, já está chegando e é hora de planejar a lavra subterrânea.

A mina subterrânea deverá produzir os primeiros diamantes em 2021, atingindo a produção total em 2024. Trata-se de uma nova mina, um novo empreendimento onde serão investidos em torno de US$2 bilhões.

Esta operação adicionará 50 anos de vida útil e 96 milhões de quilates à De Beers. Nela serão usadas técnicas de lavra e equipamentos de última geração como caminhões por controle remoto e drones.

Calcula-se que a mina subterrânea deva criar 13.000 empregos diretos e indiretos injetando bilhões de dólares na economia do país.



Foto: operação de Venetia. Por De Beers

Nenhum comentário:

Postar um comentário