Seguidores

sábado, 29 de agosto de 2015

Newmont, em busca de custos mais baixos, compra mina por US$820 milhões

Newmont, em busca de custos mais baixos, compra mina por US$820 milhões

Newmont, em busca de custos mais baixos, compra mina por US$820 milhões





Com a prolongada queda do ouro as mineradoras estão vendo o lucro desaparecer. Em uma matéria especial sobre o assunto, mostra que será uma questão de vida ou morte baixar o AISC (all-in sustaining costs por onça) das minas ou elas terão que fechar.
A situação é séria e as empresas mais ágeis como a Newmont já estão adquirindo ativos com AISC baixos para melhorar o seu custo médio de produção.

Essa foi a estratégia da Newmont Mining, a segunda maior produtora de ouro do mundo. A empresa comprou as minas de Cripple Creek e Victor no Colorado da AngloGold Ashanti pela bagatela de US$820 milhões.

Com isso a mineradora espera baixar o seu AISC médio que hoje é de US$1000/onça. A mina de Cripple Creek deverá produzir, em 2016, 400.000 onças a um AISC de US$825/onça.

A Anglo, pressionada por um débito de US$3,1 bilhões, teve que vender um ativo de qualidade.

É mais um erro clássico, que vai pesar no futuro próximo.

A Anglo tem um AISC médio altíssimo (US$1027/onça), ainda com a influência de Cripple Creek.

Nenhum comentário:

Postar um comentário