Seguidores

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Lute contra a depressão

Lute contra a depressão


saude-depressao-capaEstudos têm revelado que há um aumento considerável no número de casos de depressão clínica; em 2007, só no Brasil, foram receitados cerca de 8 milhões dos três antidepressivos mais consumidos no país. A depressão afeta 350 milhões de pessoas no mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, e cerca de 10% da população brasileira atualmente.
Para que a depressão seja corretamente diagnosticada e tratada, é precisa que o paciente tenha pelo menos um dos cinco sintomas considerados gerais do transtorno: tristeza e pensamentos negativos, perda de interesse por atividades que antes causavam interesse,alterações no sono, apetite ou peso, fadiga e falta de concentração.
Por ser um transtorno mental, muitas pessoas procrastinam a ida ao médico com medo de serem diagnosticadas com depressão. No entanto, isso só atrapalha ainda mais o processo de cura. Veja as nossas dicas para lutar contra a doença:
Compre um cachorro saude-depressao-cachorroLevar o cão para passear pode ser a chave da felicidade. Como quase sempre os donos de animais de estimação se sentem obrigados a levar seus bichinhos para passear, mesmo que estivessem desanimados e tivessem de enfrentar o frio ou a chuva, uma vez na rua, normalmente sentiam-se melhor. O fato de terem de se exercitar também os mantinha em forma e promovia a interação com pessoas em situações semelhantes, o que ajudava a afastar possíveis sentimentos de solidão e inutilidade.
Faça um novo amigoAs pessoas têm menos amigos do que há trinta anos. Os relacionamentos nos oferecem apoio – seja com amigos, seja com parentes – e nos protegem da depressão profunda. Como, frequentemente, parentes também podem ser a fonte da depressão, fazer novos amigos resulta no melhor caminho. Mas como fazer novos amigos, especialmente agora que você é um adulto mais velho? Matricular-se num curso noturno ou cadastrar-se num site dedicado à terceira idade, por exemplo) pode ser um bom começo. Ou experimente convidar um colega para almoçar ou tomar um drinque depois do trabalho.
saude-depressao-salmaoComa peixeO motivo pelo qual tantos de nós se queixam de depressão pode estar no fato de não comermos peixe suficiente. O elo, dizem os pesquisadores, encontra-se nos ácidos graxos ômega-3. Essas gorduras benéficas ajudam células nervosas, como as do cérebro, a se intercomunicarem com maior eficácia. Estudos realizados sobre a relação entre o consumo de peixe e o humor demonstraram que aqueles que incluíam em sua alimentação peixes gordurosos, como o salmão e o atum, duas ou três vezes por semana durante cinco anos, tinham – significativamente – menos estados de depressão e hostilidade do que um grupo similar que raramente consumia tais peixes. Assim, eleve o seu astral com uma dose diária de ômega-3. Se você não gosta de peixe, experimente tomar 2 colheres (sopa) de óleo de linhaça ou até três cápsulas de 1 g de óleo de peixe por dia.
Fique acordadoPassar uma noite em claro pode sufocar a depressão por um mês inteiro. Ninguém sabe como funciona, mas especula-se que privar-se do sono “reacerta” o relógio interno e isso possibilita a alguém que está deprimido relaxar e dormir melhor.
Paparique-seVocê vive economizando e fazendo tudo da forma menos onerosa possível. Algum dia, segundo suas expectativas, você comprará casacos de cashmere e gastará com outros supérfluos. Não espere tempo demais. Existem provas de que negar a si mesmo constantemente os pequenos prazeres da vida pode levar a uma séria sensação de pesar à medida que se envelhece. Com o tempo, esse sentimento piora, enquanto a culpa pela indulgência passa rapidamente.
Agradeça pelos dias de solNo inverno, o mau tempo, a ausência da luz do sol, o céu cinza, tudo parece conspirar para criar um estado de desânimo. Uma viagem a lugares mais ensolarados lhe dará uma dose de luz natural, que poderá ajudar a melhorar o seu humor. Quando voltar, não só você se sentirá renovado e revitalizado, como também verá que faltarão apenas algumas semanas para a chegada da primavera.
saude-depressao-dia-de-sol

Nenhum comentário:

Postar um comentário