Seguidores

domingo, 12 de fevereiro de 2017

SAFIRA

SAFIRA

A Safira é uma gema 4 + do gênero Corindo. Embora mais conhecida pela sua cor azul, ela existe em todas as cores. O ferro e titânio dão-lhe a sua cor azul. Existem muitos tons de azul, mas as cores mais populares são o azul real e o azul centauro puro. A Safira é uma pedra usada frequentemente para anéis de noivado.

As Safiras têm inclusões: de zonas de crescimento retilíneas que formam vigas retas, cristais negativos, linhas reta, asas de borboleta (típicas na safira Ceilão), agulhas de rutilo, que dão a Safira Estrelada (6 ramos) e inclusões cristalinas ...
As melhores safiras vêm da Caxemira, na Índia, mas, infelizmente, as minas estão esgotadas; Elas dão esta cor azul-violeta tão procurada.
Existem lindas safiras da região da Tailândia, em Chanthaburi, as quais as cores vão do azul escuro até o verde-agua. Já as safiras australianas não são de alta qualidade, mas às vezes, as usamos em semi-jóias e em algumas poucas jóias, de acordo com o gosto e orçamentos do cliente. Elas apresentam uma cor azul-água, e às vezes negra. No Sri Lanka (região de Ratnapura), há uma pedra azul clara com uma pitada de roxo. Encontramos também safiras coloridas como a safira amarela, safira verde, rosa, marrom e principalmente as safiras da mais bela cor: a safira Padparadscha, alaranjada tendendo para o rosa..
As safiras são muito populares em jóias e elas têm a vantagem de serem menos caras que as safiras azuis e mais fáceis de cravar por serem mais resistentes. As melhores safiras são as de Caxemira e Padparadscha;safiras alaranjadas com um toque de rosa salmão e é muito rara, sendo seu preço, muito alto. As mais belas pedras têm preços elevadíssimos, encontramo-nas no Sri Lanka, Vietnã e Tanzânia.
As safiras cor de rosa, amarela, alaranjada, azul e verde são muito usadas em joalheria. Elas podem oferecer uma infinidade de cores propiciando a produção de jóias a preços razoáveis dispondo apenas de uma ou mais safiras. Fora a pedra dos reis e dos grandes homens da Igreja; muitas jóias e tiaras foram feitas com safiras e diamantes; na corte Inglesa, por exemplo, existem muitas safiras excepcionais (a própria coroa da rainha tem várias) além dos colares da rainha que são conhecidos mundialmente.
Os principais países produtores são a Birmânia, Tailândia, Sri Lanka, Austrália (qualidade média), Madagascar (safiras coloridas).
Sua dureza é de 9 na escala de Mohs, o que torna a safira, o segundo material mais duro do mundo (assim como o Ruby), atrás do diamante. Sua paleta de cores permite aos joalheiros uma ampla gama de criações

Nenhum comentário:

Postar um comentário