Seguidores

quarta-feira, 8 de março de 2017

Bovespa fecha em queda 1,56%; Gerdau PN é destaque negativo

Bovespa fecha em queda 1,56%; Gerdau PN é destaque negativo

quarta-feira, 8 de março de 2017 18:48 BRT
 
]
Por Flavia Bohone
SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista engatou a terceira sessão seguida de perdas nesta quarta-feira, com as ações da Gerdau e da sua holding Metalúrgica Gerdau liderando as perdas após acordo de permuta de ações.
O tom negativo ganhou força em meio ao aumento nas apostas de alta de juros nos Estados Unidos e com investidores ainda cautelosos com a cena política local.
O Ibovespa caiu 1,56 por cento, a 64.718 pontos, acumulando perda de 3 por cento em três pregões. O giro financeiro foi de 8,43 bilhões de reais.
O setor privado norte-americano registrou a criação de 298 mil postos de trabalho em fevereiro, muito acima da expectativa de economistas em pesquisa Reuters, de criação de 190 mil vagas, aumentando as apostas de que o Federal Reserve subirá os juros na próxima semana. Os dados antecedem os números mais amplos do mercado de trabalho no país, que saem na sexta-feira.
Ainda no exterior, a China registrou seu primeiro déficit comercial em três anos em fevereiro, com o aumento maior que o esperado nas importações de commodities. No entanto, alguns analistas atribuem o resultado a distorções provocadas pelas celebrações do Ano Novo Lunar, que começou no final de janeiro este ano, mas caiu em fevereiro no ano passado.
Localmente, a cautela permaneceu em relação ao cenário político, com investidores preferindo evitar grandes apostas enquanto aguardam novidades no âmbito da operação Lava Jato e esperam avanços de reformas consideradas importantes para a recuperação da economia, como a da Previdência.
DESTAQUES
- GERDAU PN perdeu 6,76 por cento, enquanto a holding METALÚRGICA GERDAU PN recuou 7,54 por cento, após celebrarem contrato de permuta de ações. O acordo prevê a troca de ações ON da Gerdau detidas pelo banco BTG Pactual por papéis PN da siderúrgica detidos pela holding. As ações ON da Gerdau, que não fazem parte do Ibovespa, avançaram 17,71 por cento. Segundo analistas, o movimento de queda nas ações PN e de alta nas ON reflete a redução do desconto entre elas.
- PETROBRAS PN caiu 4,15 por cento e PETROBRAS ON perdeu 6,17 por cento, em dia de forte queda nos preços do petróleo, para os menores níveis neste ano, com os estoques de petróleo dos EUA subindo para uma nova máxima histórica, alimentando preocupações de que um excedente global iria persistir mesmo com os corte de produção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). Também no radar estava a notícia de que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) determinou que a estatal refaça e reapresente as demonstrações financeiras anuais completas de 2013, 2014 e 2015 e também os balanços trimestrais de 2016.
- LOJAS AMERICANAS PN teve baixa de 4,96 por cento. Termina nesta quarta-feira o processo de coleta de intenções de investimento junto a investidores profissionais para a oferta pública de distribuição primária de ações ordinárias e preferenciais.
- VALE PNA perdeu 2,72 por cento e VALE ON caiu 2,59 por cento, em sessão de baixa para contratos futuros do minério de ferro na China, sob pressão por crescentes estoques da commodity nos portos chineses e por preços mais fracos do aço.
- BRADESCO PN teve baixa de 1,7 por cento e ITAÚ UNIBANCO PN se desvalorizou 1,14 por cento, ajudando a pressionar o índice, dado o peso das ações em sua composição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário