Seguidores

sexta-feira, 31 de março de 2017

Demanda chinesa por aço deve cair em 2017

Demanda chinesa por aço deve cair em 2017 e pressionar minério de ferro, diz instituto


A demanda da China por aço deve cair 1,9 por cento neste ano, pressionando os preços do minério de ferro, à medida que a produção da principal matéria-prima do aço aumenta, disse o presidente de um instituto de estudos chinês nesta quinta-feira. A demanda por aço na China, maior consumidor e produtor global, deve cair para 660 milhões de toneladas, afirmou Li Xinchuang, do Instituto de Planejamento e Pesquisas da Indústria Metalúrgica da China.
A queda vem em um momento em que a China promove duras reformas para cortar excesso de capacidade de produção. ”Nós acreditamos que o consumo de aço da China vai cair gradualmente –talvez suba em alguns anos, como no ano passado. Essa é nossa posição”, disse Li, que também é vice-presidente do Conselho de Administração da Associação Chinesa de Ferro e Aço, durante uma conferência da indústria em Perth, na Austrália.
Ele disse que a demanda por importações de minério de ferro da China subiu 0,7 por cento para 1,1 bilhão de toneladas em 2016, com o país dependendo das importações para atender 87 por cento da demanda total. O instituto prevê que a oferta de minério de ferro transportado por navios pode crescer cerca de 50 milhões de toneladas neste ano, o que é cerca de 10 milhões de toneladas acima da previsão da segunda maior produtora de minério de ferro do mundo, a Rio Tinto.
Como resultado, o instituto prevê que os preços do minério de ferro vão variar entre 55 dólares e 90 dólares a tonelada em 2017, com uma média no ano de 65 dólares. ”Infelizmente, com a rápida alta dos preços do minério de ferro, a produção chinesa de minério de ferro subiu 15 por cento nos primeiros dois meses”, disse Li. O minério de ferro está sendo negociado a cerca de 77,60 dólares a tonelada, alta de quase 40 por cento ante um ano atrás.
“Qual é o futuro? Nós acreditamos que a sobreoferta global de minério de ferro é muito séria no longo prazo”, afirmou. Ele adicionou, no entanto, que a China deve continuar fortemente dependente de importações de minério de ferro no longo prazo.
Fonte: Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário