Seguidores

segunda-feira, 20 de março de 2017

LIGAS DE OURO, SUAS CORES E CARACTERÍSTICAS

FUNDAMENTOSLIGAS DE OURO, SUAS CORES E CARACTERÍSTICAS

Os principais metais usados para ligar o ouro são a prata e o cobre; eles são até encontrados em ligas naturais, as quais foram utilizadas por antigas civilizações. O Electrum é uma liga natural de ouro e prata (com cerca de 20% de prata) e era trabalhado na confecção de utensílios e moedas, estando presente também na ponta dos obeliscos do templo de Karnak, no Egito. Já a Tumbaga era uma liga de ouro e cobre com concentrações variadas de ambos metais, empregada pelos povos pré-colombianos para o fabrico de objetos religiosos.
Mas porque ainda hoje ligamos o ouro?

- As propriedades físicas e mecânicas do material são alteradas,
- o preço do material diminui,
- e a cor sofre alteração.
Variando-se as proporções de cobre e prata em uma liga de ouro 750 (18k), obtemos diversas tonalidades:
- Ouro verde: apenas prata ou grande porcentagem sua na liga
- Ouro pálido: proporção maior de prata que de cobre
- Ouro amarelo: quantidades de prata e cobre proporcionais
- Ouro vermelho: apenas cobre (ou grande porcentagem deste na liga).
Não podemos esquecer do Paládio, utilizado em ligas de ouro branco.
E existem outras ligas, como o ouro ametista, ouro negro, ouro azul, ouro chocolate, ouro branco com níquel... Essas são pouco utilizadas, por serem difíceis de se trabalhar, patenteadas (como o ouro "boucheron" cor de chocolate) ou, simplesmente, por não terem aceitação comercial.
Nas próximas colunas tratarei  das três ligas comerciais: ouro branco, amarelo e vermelho e suas características pois, ao adicionarmos diferentes metais ou proporções, não alteramos apenas a cor, mas aspropriedades físicas, influenciando assim o modo com o qual trabalhamos cada uma delas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário