Seguidores

domingo, 2 de abril de 2017

Início Economia Solo angolano detém minérios muito atractivos

Início Economia Solo angolano detém minérios muito atractivos


Francisco Queiroz, ministro da Geologia e Minas, disse que o Planageo permitiu descobrir o complexo de rochas ornamentais do Cunene, com uma área de 45 mil quilómetros quadrados, que abrange as províncias da Huíla e do Cunene e que se estende para o território da Namíbia. “As anomalias magnéticas detectadas pelo Planageo evidenciam sinais favoráveis de prospecção de minerais metálicos e não metálicos, tais como ferro, diamantes, cobre, manganês, titânio, zinco, chumbo, bauxite e ainda minerais radioactivos e fosfatos”, disse.
O ministro, que falava na cerimónia de proclamação da Associação de Empresas Angolanas de Geociências e de Suporte da Actividade petrolífera (AEAGSAP), disse ainda que, tendo em atenção os resultados obtidos com a realização do Planageo, o Governo deu início a uma campanha de atracção de investidores de dimensão mundial.
“Estamos esperançados que, a médio prazo, esses investidores proporcionem um impacto positivo na alteração da base económica do país”, disse o titular da pasta da Geologia e Minas. Francisco Queiroz precisou que fundos de investimento mineiro devem igualmente ser criados tendo em vista a participação activa de empresários angolanos.
Fonte: Jornal de Angola

Nenhum comentário:

Postar um comentário