Seguidores

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Serra dos Carajás

Serra dos Carajás


Serra dos Carajás
Vista de satélite de uma das minas da Serra dos Carajás.
Localização
Coordenadas
Coordenadas: 6° 6' 29" S, 50° 18' 16" W
LocalizaçãoMarabá, Parauapebas, Canaã dos Carajás, Ourilândia do Norte e São Félix do Xingu
Bandeira do Pará.svg Pará
País(es) Brasil
Características
Altitude máxima716 m
Cumes mais altosMonte Redenção; Serra Sul
A Serra dos Carajás é uma grande cordilheira e acidente geográfico presente no sudeste do estado do Pará, no Brasil. Na área da serra, desenvolve-se o Projeto Grande Carajás, um grande e ambicioso projeto de extração mineral em operação. Anteriormente à colonização de origem portuguesa, esse território era povoado pelos povos Karajá e Kayapó.
A extensão da serra subdivide-se em regiões, como Serra Norte, Serra Sul, Serra Leste, Serra do Sossego e outras. Entre os projetos minerários em andamento ou com implantação prevista no local, todos eles parte do Projeto Grande Carajás, podem-se destacar: Complexo Minerário de Carajás, Projeto Rio Doce Manganês, Projeto Igarapé-Bahia, Projeto Salobo, Projeto Ferro Carajás S11D (antigo Projeto Serra Sul), Mineração Onça Puma e Projeto Serra do Sossego. O depósito ferrífero da Serra dos Carajás contém 18 bilhões de toneladas de minério lavrável, constituindo-se no maior do mundo em 2013. Também há grande depósitos minerais de manganês, zinco, níquel, cobre, ouro, prata, bauxita, cromo, estanho, tungstênio e urânio.
A Serra dos Carajás, assim como seu entorno, atualmente encontram-se densamente povoados. Grandes centros urbanos se instalaram nas proximidades do acidente geográfico, fato que contribuiu para a profunda modificação paisagística ocorrida no local a partir da década de 1970. A própria serra encontra-se em contínuo processo de modificação paisagística devido aos grandes projetos minerários assentados em seu território[

Serra N1 em fevereiro de 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário