Seguidores

domingo, 21 de maio de 2017

Investimentos chineses no Canadá aumentam em US$10 bilhões em cinco anos

Investimentos chineses no Canadá aumentam em US$10 bilhões em cinco anos



    


A China é o segundo maior parceiro comercial do Canadá.

Assim como o Brasil, os canadenses exportam produtos com pouco valor agregado para a China.

Enquanto eles exportam minérios, concentrados, papel e madeira os chineses retornam com produtos de altíssimo valor adicionado como eletroeletrônicos, equipamentos, maquinarias, jogos, brinquedos e produtos esportivos e ficam com a maior parte do lucro da cadeia produtiva.

Os investimentos nos recursos minerais e na mineração estão entre os mais importantes dos chineses.

O foco da China está, hoje, na aquisição de parte de grandes projetos de ouro e metais básicos no Chile, Nova Guiné e República do Congo controlados pelas canadenses Barrick e Ivanhoe.

Este é o modelo que interessa aos chineses e que propicia gigantescos ganhos no processo de verticalização. É por isso que eles estão aumentando os seus investimentos no Canadá em US$10 bilhões.

O Canadá é, também, um dos lugares que mais atrai chineses expatriados. Mais do que três por cento da população canadense é constituída por imigrantes chineses que contribuem de forma importante para a economia do país e agem como uma importante ponte entre o ocidente e a China.


Imagem: fechamento da venda de 50% da mina Porgera na Nova Guiné para a chinesa Zijin por US$298milhões 

Nenhum comentário:

Postar um comentário