Seguidores

sábado, 6 de maio de 2017

Maior kimberlito do mundo localiza-se no Luaxe, provincia da Lunda-Sul

Maior kimberlito do mundo localiza-se no Luaxe, provincia da Lunda-Sul




                                          
                                                                                           
                                              
dd                 

Kimberlito
Dentro de seis anos Angola poderá duplicar a produção de diamantes , passando dos actuais oito milhões para desaseis milhoes de quilates. O aumento so será possivel com a exploracão do kimberlito do Luaxe situado na Lunda Sul. Numa entrevista exclusiva á TPA, o presidente do conselho de administração da Endiama, garantiu que tudo esta a ser feito para que a exploração da mina arranque antes de 2020.

O kimberto do Luaxe pode possuir as maiores reservas de diamantes até aqui conhecidas em Angola.

Segundo o presidente do conselho de administação da Endiama, Carlos Sumbula, “em função da  acção prespectiva que ja fizemos até agora, estamos a falar em 350 milhões de quilates.

O executivo queria saber onde se encontram os kimberlitos que deram origem a tanto diamante que Angola tem estado a explorar a já 100 anos.

Foi daí que a endiama , trabalhando com a empresa ALROSA, e usando um factor essencialmente tecnológico segundo o qual cada kimberlito tem o seu próprio ADN, existe cerca de sete kimberlitos conhecidos, fomos medindo o ADN desses kimberlitos conhecidos  e depois fomos recolhendo dimantes um pouco por todo país, e tambem fomos medindo os mesmos e fizemos a co-relação de quantos diamantes aluvenados vieram dos kimberlitos conhecidos.

A constatação foi extremamente boa. Concluímos que só 10% dos diamantes aluvenados que temos estado a explorar nos ultimos 100 anos,  vieram dos kimberlitos conhecidos. 90% dos diamantes aluvenados que temos estado a explorar nos ultimos 100 anos vieram de kimberlitos por descobrir.

E fizemos um segundo estudo e descorimos que estes kimberlitos que estamos por descobrir não estão nem no Congo, nem na Zambia mais sim, dentro do território angolano”.

Foi daí que se descobriu LUAXE, um kimberlito situado a 20 kilométros. Luaxe é um kimberlito superior a catoca, que vai duplicar a produção de oito para desaseis milhões de quilates por ano, gerando cerca de 2000 postos de trabalho.

A mina de Luaxe poderá ter um tempo útil de vida  de 40 anos, com uma produção anual de 8 milhões de quilates, esse sub-sector  poderá tambem dobrar a facturação anual que ronda actual em cerca de mais de mil milhões de doláres ou seja perto de 120 mil milhões de kwanzas.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário