Seguidores

domingo, 21 de maio de 2017

Opep caminha para estender corte de produção; Arábia Saudita sinaliza apoio da maioria

Opep caminha para estender corte de produção; Arábia Saudita sinaliza apoio da maioria

domingo, 21 de maio de 2017
 


]

Por Reem Shamseddine e Marwa Rashad RIAD (Reuters) - A Opep e outros países produtores de petróleo estão em vias de concordar com uma ampliação dos cortes de oferta em uma reunião na quinta-feira, com a Arábia Saudita dizendo que a maior parte dos participantes concorda com o plano de conter o excesso de oferta global. O ministro de Energia da Arábia Saudita disse neste domingo que a ampliação dos cortes de fornecimento por mais nove meses até março e a adição de um ou dois pequenos produtores ao pacto deve reduzir os estoques para sua média de cinco anos, uma medida essencial para que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) monitore o sucesso da iniciativa. “Todos com quem eu falei expressaram apoio e entusiasmo para se juntarem a nós nesta direção, mas é claro que isso não antecipa quaisquer sugestões criativas que podem surgir", disse o ministro Khalid al-Falih, em uma coletiva de imprensa em Riad. “Nós acreditamos que a manutenção dos mesmos níveis de corte, além de eventualmente adicionar um ou dois pequenos produtores, se eles desejarem se juntar, será mais do que adequada para levar a média de cinco anos para onde precisa estar até o fim do primeiro trimestre de 2018”, afirmou. A Opep, a Rússia e outros produtores concordaram no ano passado em reduzir a produção em 1,8 milhão de barris por dia (bpd) durante seis meses a partir de 1º de janeiro. Os preços do petróleo ganharam suporte com a redução da produção, mas os grandes estoques e o aumento da oferta de produtores que não participaram do acordo, como os Estados Unidos, limitaram a alta, pressionando a necessidade de estender a limitação.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário