Seguidores

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Aço inoxidável é peça fundamental na indústria de laticínios

Aço inoxidável é peça fundamental na indústria de laticínios


Você sabia que o aço inoxidável é elemento primordial na indústria de laticínios há mais de 60 anos? Ele tem as propriedades de resistência e proteção contra a corrosão provocada pelo excremento da vaca em instalações agrícolas. O aço inoxidável também compõe os equipamentos básicos usados em todo o processo. Isso porque ele é higiênico, já que tem superfícies lisas e claras, que são mais facilmente higienizadas.
Na sala de ordenha, a higiene é primordial. Equipamentos de ordenha e tanques passam cuidadosamente por uma lavagem diária e esterilização de tubulações. O leite é monitorado pela contagem de bactérias e, se não for estritamente controlado, pode ser rejeitado. Além disso, o aço inoxidável se comporta de forma neutra, não altera o sabor ou o cheiro do leite fresco ou dos produtos oriundos do leite, nem reage com os ácidos láticos formados pelo leite em fermentação. Veja abaixo algumas das curiosidades do funcionamento da indústria de laticínios e como o aço inoxidável ajuda nesse processo.

Como é composto o leite?

A composição do leite fresco pode variar amplamente entre diferentes raças e durante estágios diferentes de lactação, mas contém tipicamente cerca de 87% de água. O resto é composto por sólidos na forma de lactose (carboidrato), gordura, proteína e minerais. O pH fica normalmente entre 6,6-6,8.

E qual o papel do aço inoxidável na indústria de laticínios?

O leite chega do úbere das vacas a 35°C. Depois ele é rapidamente resfriado até 4-6°C, para evitar o crescimento de bactérias, sendo mantido em tanques equipados com agitadores para a espera da coleta. Trocadores de calor são uma peça importante da indústria de laticínios para o resfriamento e aquecimento, sendo usados também para retirar o calor do leite cru.
O aço inoxidável também é utilizado nos caminhões tanque que transportam o leite das salas de ordenha para as fábricas onde ele é processado. Tanto no processamento do leite pasteurizado, quanto no leite em pó e na produção de queijo, iogurte, manteiga ou sorvete, os equipamentos de aço inoxidável são necessários para atender a regras de higiene bem rígidas.

As salas de ordenha robótica

As salas de ordenha robótica utilizam aço inoxidável. Elas fazem uso de uma nova abordagem aos métodos tradicionais, pois fornecem um sistema voluntário de ordenha para vacas. As ordenhadeiras se conectam automaticamente às tetas da vaca e desligam quando a ordenha termina. Um sistema informatizado garante que nenhuma vaca seja ordenhada em excesso. Bom para o animal e também para o fazendeiro, que ganha mais flexibilidade e tempo, além de mais informações sobre cada vaca.
Fonte: Vale

Nenhum comentário:

Postar um comentário