Seguidores

sábado, 3 de junho de 2017

Conheça os 10 principais tipos de pedras preciosas

diamond

Conheça os 10 principais tipos de pedras preciosas

           

Existem inúmeros tipos de pedras preciosas no mundo. Somente no Brasil, por exemplo, são encontrados mais de cem tipos de gemas. Elas possuem cores, significados e valores distintos, mas todas têm em comum o poder de encantar as pessoas.
Confira a seleção de gemas que fizemos para você conhecer um pouco mais sobre o universo das pedras preciosas mais queridas e utilizadas em joias belíssimas:

Diamante

diamante
Uma das pedras mais cobiçadas do mundo, o Diamante é composto unicamente por carbono, e tem uma tonalidade incolor e, às vezes, é possível notar nuances amarelas, rosas, azuis e verdes.
Raramente são encontrados diamantes vermelhos e alaranjados. A dificuldade em extrair o mineral das profundezas da terra torna o Diamante uma das pedras preciosas mais valiosas. Sua dureza e resistência — você sabia que um diamante só pode ser quebrado por outro? — tornam a pedra o símbolo do amor que não pode ser destruído e, por isso, essa é uma pedra muito usada em anéis de noivado e alianças.

Rubi

rubi
O nome Rubi, do latim rubeus, significa vermelho, o que já indica a cor de uma das pedras preciosas mais valiosas, ao lado do Diamante e da Esmeralda. Assim como sua cor é forte, seu significado também é, o rubi aumenta a coragem, a iniciativa e o poder de liderança das pessoas que o utilizam.

Esmeralda

esmeralda
A Esmeralda é, na verdade, uma variação do berilo verde, cuja cor aparece por excesso de crômio. Na antiguidade, a gema era considerada sagrada e, por isso, era a pedra mais desejada por todos. Tem o poder de rejuvenescer quem a usa, bem como de oferecer amor, inteligência e capacidade de se expressar bem.

Água Marinha

agua-marinha
Assim como a Esmeralda, a Água Marinha é uma variação do berilo; sua cor azul esverdeada está relacionada à presença do ferro. Era utilizada como amuleto da sorte pelos marinheiros que, na pedra, encontravam coragem para realizar as viagens pelos mares, muitas vezes, impetuosos. É a pedra que proporciona paz e alívio, além de ter o poder de curar várias doenças.

Turmalina

turmalina
A Turmalina é uma pedra rica em cores. Podemos encontrá-la em tons de rosa, vermelho, amarelo, verde, preto, e até mesmo incolor ou com muitas cores de uma só vez, como se fosse o arco-íris. A mais famosa das Turmalinas é a de cor azul e, por isso, recebe um nome especial: Turmalina Paraíba. No campo da saúde, a gema tem o poder de cura sobre as vias circulatórias e respiratórias. Já no espiritual, é considerada uma pedra de proteção, que afasta as energias ruins e, até mesmo, a magia negra.

Jade

jade
Os tons de cor do Jade variam do verde-esbranquiçado ao verde-escuro. Pelos antigos, era considerada a pedra da sabedoria, e seu poder de cura está relacionado ao coração, tanto no campo emocional quanto físico.

Opala

opala
Pode ser encontrada em diversas cores, que vão do branco ao cinza, passando pelo laranja e pelo azul, todas com um brilho inconfundível. A Opala pode ser considerada uma pedra capaz de captar e transmitir boas energias, seu poder de cura está associado à harmonização do corpo e da mente, oferecendo controle emocional, paz, amor, sabedoria e criatividade a quem a utiliza.

Safira

safira
Além de ser uma pedra encontrada com várias tonalidades de azul, chegando até ao violeta, também é possível ver safiras com tons rosados e alaranjados. É uma pedra que traz equilíbrio e auxilia quem precisa de concentração para realizar atividades que envolvem a mente.

Turquesa

turqueza
Com um azul único e bem diferenciado do das outras pedras azuladas, a turquesa inspirou uma variação na paleta de cores que é usada hoje em dia. Você certamente já ouviu alguém falar em azul-turquesa. Essa cor está relacionada à presença de cobre na gema, que proporciona bem-estar e era utilizada, na antiguidade, como amuleto.

Ametista

ametista
A Ametista é uma pedra de coloração violeta belíssima, que na verdade é uma variação do quartzo, e está relacionada ao controle próprio, e à capacidade de se manter equilibrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário