Seguidores

domingo, 11 de junho de 2017

Dia dos Namorados impulsiona vendas de joias e bijuterias


Dia dos Namorados impulsiona vendas de joias e bijuterias

Setor trabalha com perspectiva de aumento de 10% nas vendas em relação ao ano passado


Jornal do Brasil




Mesmo com crise e caindo em uma segunda-feira, o Dia dos Namorados terá mais brilho do que no ano passado.
Segundo a Associação de Joalheiros e Relojoeiros do Rio de Janeiro (Ajorio), a projeção é de aumento de 10% no volume de vendas em relação a 2016, desbancando os mercados de chocolates e cosméticos na preferência dos apaixonados. Ano passado, o faturamento do setor ficou estável comparado com o período anterior.
Segundo a diretora-executiva da Ajorio, Angela Andrade, as vendas devem disparar no próximo fim de semana que antecede a data.  “O Dia dos Namorados é a terceira data mais importante do ano para o setor, perdendo apenas para o Dia das Mães e Natal. Sempre há um movimento de turistas no Rio de Janeiro que deve impulsionar as vendas no fim de semana, principalmente nas lojas dos aeroportos e pontos turísticos”, acredita.
O movimento será reforçado ainda pelo Circuito de Moda Carioca, que irá acontecer no Galpão Malha, em São Cristóvão, com a presença de marcas associadas como Eneida França, Zoia e Pili’Secret.
Segundo a coordenadora de Moda do Sebrae-RJ, Fabiana Melo, os investimentos no e-commerce e promoções ajudaram a aumentar as vendas, principalmente das pequenas empresas, que estão se estruturando em lojas virtuais. Recentemente, a Ajorio lançou em parceria com o Sebrae-RJ o Guia É do Rio!, que reúne os designers e marcas mais criativas do setor. “O guia aumentou a divulgação e fez com que novos nomes do design carioca se tornassem mais conhecidos. Esperamos que também influencie positivamente nas vendas para o Dia dos Namorados”, afirmou.
Apostando nisso, alguns criadores presentes no guia lançaram peças específicas para o Dia dos Namorados, como Márcia Mór, Eduardo Lafry, Lívia Canuto, Renata Rose, Felipe Patusco e Ni Romiti. Há desde anéis masculinos até as clássicas alianças. No guia, estão os contatos de 70 designers cariocas.
Para a designer Regina Machado, especialista em História da Arte, a joia é o presente mais adequado para esta data. “É a declaração mais valiosa de permanência daquele contrato amoroso. Além disso, é uma compra inteligente, porque é o único luxo que não vira lixo, dado seu valor hereditário”,  disse.
Mais informações sobre o setor
O Estado do Rio de Janeiro tem mais de 3,3 mil empresas do setor, o que representa 15% do total dos estabelecimentos neste segmento no País. A Ajorio representa os interesses de toda a cadeia produtiva do setor de joias no Estado do Rio de Janeiro e atua por meio de parcerias com o poder público e instituições como o Sebrae-RJ, Fercomércio-RJ, Sistema Firjan, entre outras instituições. Filiada ao Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM), a Ajorio possui sede própria e seu orçamento é composto pelo pagamento de contribuições dos associados, além de parte de recursos provenientes dos sindicados que compõem o Sistema Ajorio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário