Seguidores

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Novo “rei do Uber” ganha R$ 350 mil em seis meses sem praticamente dirigir seu carro

Novo “rei do Uber” ganha R$ 350 mil em seis meses sem praticamente dirigir seu carro

O motorista Joseph Ziyaee descobriu que podia ganhar dinheiro “por fora” ao indicar novos motoristas para o aplicativo

POR ÉPOCA NEGÓCIOS ONLINE

Joseph Ziyaee, novo "rei do Uber": fazendo dinheiro com indicações para o aplicativo (Foto: Reprodução/Snapchat)
Um motorista do serviço Uber descobriu uma maneira de ganhar mais dinheiro: ele faturou US$ 90 mil (o equivalente a quase R$ 350 mil) sem dirigir longas horas nem fazer corridas interestaduais. O segredo está nas indicações que ele faz, enquanto outros motoristas ficam com as corrida.
Joseph Ziyaee faz quase metade do dinheiro ficando com os bônus que são dados por indicar outros motoristas. Somente no primeiro mês como motorista do Uber, ele ganhou US$ 20 mil (cerca de R$ 77,6 mil) fazendo apenas uma corrida.
Segundo Ziyaee, tudo começou com uma fratura no pé que tornou o ato de dirigir mais difícil. “Acabou se tornando uma benção”, disse ao Business Insider.
O Uber possui um sistema que “recompensa” com bônus toda vez que alguém indica um novo motorista para o serviço e quando ele completa um certo número de corridas. Se o novo motorista for indicado por outro que já trabalha para o Uber, os dois ganham um bônus, que pode valer bem mais de US$ 100.
Com o pé machucado, Ziyaee decidiu se concentrar em indicações, em vez de dirigir. O resultado é que seu carro se tornou “um escritório sobre rodas”. Ele já ajudou a efetivar quase 200 novos motoristas no sistema Uber, partindo de indicações de amigos e amigos de amigos. Ziyaee chega a procurar por candidatos nas redes sociais, principalmente Snapchat.
Com isso, o motorista deve roubar o título de “Rei do Uber” de Balke Jareds, que chegou a ganhar US$ 50 mil (perto de R$ 194 mil) em créditos, usando seu código de referência. Jareds acabou suspenso por ter colocado o tal código no Reddit – algo que o Uber proíbe. Uns perdem, outros ganham.

Nenhum comentário:

Postar um comentário