Seguidores

domingo, 11 de junho de 2017

Telefone que pertencia a Adolf Hitler é leiloado por R$ 750 mil

Vendido como "uma das armas mais destrutivas de todos os tempos, que causou a morte de milhares de pessoas", aparelho foi encontrado em bunker

Aparelho que pertencia a Adolf Hitler foi encontrado no bunker do ditador alemão
Divulgação/Alexander Historical Auctions
Aparelho que pertencia a Adolf Hitler foi encontrado no bunker do ditador alemão
O telefone que pertencia a Adolf Hitler  foi vendido em leilão por US$ 243 mil, cerca de R$ 751 mil na cotação atual. O lance inicial para a compra era de US$ 100 mil.
O aparelho de Hitler , encontrado no bunker do ditador alemão, até então estava sendo guardado em uma caixa mantida dentro de uma casa de campo inglesa.

O telefone foi vendido pela casa de leilões Alexander Historical Auctions, em Cheasapeker City, no estado norte-americano de Maryland. No entanto, o nome do comprador não foi informado.
Durante sua apresentação aos possíveis compradores, o aparelho telefônico foi descrito como "uma das armas mais destrutivas de todos os tempos, que causou a morte de milhares de pessoas".
Inicialmente na cor preta, o telefone de Hitler foi pintado de vermelho antes do leilão e teve o nome do nazista gravado sobre ele, juntamente à suástica, emblema oficial do Partido Nacional-Socialista alemão, símbolo do nazismo.

Leilão de calcinha

No fim do ano passado, uma calcinha lilás que pertenceu à mulher de Hitler, Eva Braun, foi vendida em um leilão por cerca de 2,9 mil libras  (mais de R$ 11,4 mil). A peça fazia parte de uma coleção que foi colocada à venda na casa de leilões Philip Serrell. Esperava-se que ela atingisse um preço muito menor: cerca de 400 libras (cerca de R$ 1,5 mil).
Um anel de ouro, uma caixa de prata com espelho e um suporte de prata, que ainda continha um batom vermelho brilhante de Eva Braun, também foram arrematados. Os objetos foram vendidos a um colecionador privado.
A calcinha tem um laço de fita e as iniciais de Eva Braun bordadas. O anel, enfeitado com pedras preciosas, foi vendido por 1,2 mil libras (R$ 4,5 mil). Já o batom com as iniciais EB alcançou o preço de 360 libras (R$ 1,4 mil).
Enquanto isso, uma coleção de fotografias em branco e preto do início do século 20 retratando Eva Braun e, em algumas delas, o próprio Hitler foi vendida por 100 libras (cerca de R$ 400).

Nenhum comentário:

Postar um comentário