Seguidores

terça-feira, 11 de julho de 2017

Bovespa tem leve alta à espera de votação da reforma trabalhista no Senado

Bovespa tem leve alta à espera de votação da reforma trabalhista no Senado


SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista tentava firmar-se no território positivo nesta terça-feira, com o cenário político no centro das atenções, no dia em que o plenário do Senado deve votar a reforma trabalhista e de olho no andamento da denúncia contra o presidente Michel Temer.
Às 12:09, o Ibovespa .BVSP subia 0,56 por cento, a 63.379 pontos. O giro financeiro era de 1,49 bilhão de reais.
Antes da crise que atingiu o Planalto em meados de maio, o Ibovespa vinha em uma trajetória positiva, buscando se aproximar dos 70 mil pontos, amparado na expectativa pela aprovação das reformas no Congresso. No entanto, a crise lançou dúvidas sobre a capacidade de avanço nessas medidas e, embora a percepção geral seja de aprovação da reforma a trabalhista, ainda há dúvidas sobre o andamento do texto da Previdência.
"Tal votação (reforma trabalhista) se coloca como chave para a manutenção do sangue frio de investidores que... tentam encontrar um desfecho positivo ao ajuste fiscal em meio à baderna política que temos vivenciado", escreveu a equipe da corretora H.Commcor em nota a clientes.
A votação ocorre um dia após o deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ) apresentar na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) parecer favorável para que a Câmara dos Deputados autorize o Supremo Tribunal Federal (STF) a julgar a denúncia contra o presidente Michel Temer ao entender que há "sólidos" indícios da prática do crime de corrupção passiva. [nL1N1K11R1]
São necessários 34 dos 66 votos para que o relatório de Zveiter seja aprovado na CCJ. Já no plenário da Câmara são necessários dois terços dos votos para autorizar que o STF analise a denúncia, ou seja, ao menos 342 dos 513 deputados. Seja qual for o resultado na CCJ, a autorização para a denúncia será votada no plenário. [nL1N1K11R1]

Destaques

- PETROBRAS PN (PETR4.SA) avançava 1,42 por cento e PETROBRAS ON (PETR3.SA) tinha valorização de 1,65 por cento, acompanhando o movimento dos preços do petróleo no mercado internacional.
- VALE PNA (VALE5.SA) subia 1,09 por cento e VALE ON (VALE3.SA) tinha alta de 0,77 por cento, mantendo o tom positivo da véspera e acompanhando a alta dos contratos futuros do minério de ferro na China. [nL4N1K22GY]
- CSN ON (CSNA3.SA) avançava 4,68 por cento, no melhor desempenho do Ibovespa, também na esteira dos ganhos para os contratos do minério de ferro e do aço na China. USIMINAS PNA USIM5.SA ganhava 1,22 por cento.
- EMBRAER ON (EMBR3.SA) subia 1,85 por cento, após anunciar entregas do segundo trimestre de 35 jatos comerciais e 24 jatos executivos. Para a equipe do BTG Pactual os números dão uma sinalização positiva para a receita no período. [nL1N1K20D9] [nL1N1K20I1]
- ELETROBRAS ON (ELET3.SA) caía 2,3 por cento e ELETROBRAS PNB (ELET6.SA) perdia 1,71 por cento, entre os destaques negativos do Ibovespa, mantendo o movimento de ajuste da véspera após as fortes altas na semana passada devido à divulgação de plano do governo de ampla reforma para o setor elétrico.
Fonte:  Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário