Seguidores

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Preços de commodities ficam praticamente estáveis em junho

Preços de commodities ficam praticamente estáveis em junho


Os preços das commodities, produtos primários com cotação internacional, ficaram praticamente estáveis em junho. O Índice de Commodities Brasil (IC-Br), calculado mensalmente pelo Banco Central (BC), apresentou queda de 0,02%, em junho comparado a maio. Em 12 meses encerrados em junho, o índice registrou retração de 4,63% e no acumulado do ano, de 3,94%.
O IC-Br é calculado com base na variação em reais dos preços de produtos primários (commodities) brasileiros negociados no exterior. O BC observa os produtos que são relevantes para a dinâmica dos preços ao consumidor no Brasil. No mês passado, o segmento de energia (petróleo, gás natural e carvão) registrou queda de 0,9%, enquanto o de metais (alumínio, minério de ferro, cobre, estanho, zinco, chumbo e níquel) subiu 1,68%.
O segmento agropecuário (carne de boi, algodão, óleo de soja, trigo, açúcar, milho, café, arroz e carne de porco) registrou queda de 0,35%. O índice internacional de preços de commodities CRB, calculado pelo Commodity Research Bureau, registrou alta de 5,04% em junho e de 1,65%, em 12 meses.
Fluxo cambial
Hoje (5), o Banco Central também divulgou os dados da entrada e saída de dólares do país no mês de junho. O resultado ficou negativo, ou seja, a saída superou a entrada em US$ 4,301 bilhões. O fluxo negativo veio do segmento financeiro, com saldo em US$ 8,928 bilhões, enquanto o resultado comercial ficou positivo em US$ 4,627 bilhões.
No primeiro semestre, o fluxo cambial ficou positivo em US$ 7,478 bilhões. O fluxo financeiro apresentou resultado negativo de US$ 24,051 bilhões, enquanto o comercial ficou positivo em US$ 31,529 bilhões.
Fonte: IstoÉDInheiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário