Seguidores

terça-feira, 24 de julho de 2018

Moody’s eleva rating da Vale após acordo envolvendo a Samarco


Moody’s eleva rating da Vale após acordo envolvendo a Samarco

A agência de classificação de risco Moody’s elevou, nesta segunda-feira (23), o rating da mineradora Vale (BOV:VALE3), passando de ‘Ba1’ para ‘Baa3’, com perspectiva estável. De acordo com a Moody’s, a medida reflete a melhora dos indicadores de crédito da companhia, apoiada pelo melhor perfil de produção e redução nos níveis de endividamento.
No documento, a Moody’s afirma que a elevação também incorpora o acordo assinado no dia 25 de junho de 2018 entre a Vale, BHP e autoridades brasileiras, relacionado às responsabilidades de remediarão em relação à Samarco. Dessa forma, os ratings da Vale continuam a refletir o overhang de longo prazo representada pelas incertezas em relação ao nível de suporte que a Vale oferecerá à Samarco ou pelo resultado dos litígios existentes e seu impacto na liquidez e no perfil da dívida da companhia.
“A maior geração de caixa e menores gastos de capital em comparação com os anos anteriores a 2016 levaram a fluxos de caixa livres positivos, que esperamos continuar até 2020, caso os preços do minério de ferro permaneçam dentro dos níveis de sensibilidade de preço no médio prazo, de US$ 45 a US$ 75 dólares por tonelada”, destacou a Moody’s.

Sobre a Vale

Sediada no Rio de Janeiro, a Vale é uma das maiores empresas globais de mineração, com posições substanciais em minério de ferro e níquel, e participações em cobre e carvão. A VALE3 é a maior fornecedora global de minério de ferro, com produção aproximada de 367,2 milhões de toneladas métricas durante os últimos 12 meses. As principais operações de mineração da empresa estão localizadas no Brasil, Canadá, Indonésia e Moçambique.
Fonte: ADVFN

Nenhum comentário:

Postar um comentário