Seguidores

sábado, 11 de agosto de 2018

Novo aplicativo de blockchain afirma estar rastreando 760 mil diamantes

Novo aplicativo de blockchain afirma estar rastreando 760 mil diamantes

 10 de agosto de 2018 
AddThis Sharing Buttons
Share to Facebook
A subsidiária de uma das mais importantes seguradoras da China, a ZhongAn, revelou ter colocado os dados de 760 mil diamantes em uma blockchain.
(Foto: Pixabay)
A ZhongAn – que é listada na bolsa de Hong Kong – anunciou o lançamento de um aplicativo de blockchain, nessa terça-feira, ressaltando que o projeto foi criado para alcançar um nível mais alto de rastreabilidade na indústria de luxo.
O projeto está sendo comercializado através da Diamsledger, uma empresa subordinada, criada em conjunto pela ZhongAn com a companhia de comércio de diamantes on-line Ediams.
Construído sobre a rede blockchain – que foi desenvolvida pela ZhongAn e hospedada em sua plataforma de nuvem Anlink – o aplicativo é implantado em partes selecionadas ao longo da cadeia de suprimentos de diamantes. Incluindo revendedores da pedra preciosa, empresas de processamento, alfândegas, empresas de logística e centros de câmbio.
O objetivo final, de acordo com o anúncio da empresa, é fornecer um livro-razão transparente em uma rede descentralizada que rastreie qualquer informação sobre um diamante, da produção até o consumidor.

Blockchain vs. indústria tradicional

O sistema também trabalha em paralelo com os certificados da indústria tradicional, como a GIA, NGTC e a HRD. O que significa que os compradores podem, a partir do número do certificado de um diamante, visualizar todas as suas informações através de um portal no Diamsledger.
Zhang Yongwen, CEO da Diamsledger, comentou que atualmente as “informações de 760 mil diamantes foram enviadas para a Anlink, em meados de julho”.
Zhang continuou afirmando que o aplicativo fornece uma dupla garantia, juntamente com os certificados tradicionais, que registram, principalmente, informações físicas dos diamantes, como cor, local e origem.
O lançamento segue as iniciativas anteriores da ZhongAn, que já conta com um aplicativo baseado em blockchain para rastrear e registrar a cadeia de suprimento de alimentos.
Outra ação da companhia voltada para a tecnologia distribuída é um pedido de patente para uma solução blockchain desenvolvida para proteger canais de mídia conta a pirataria.
Fonte: CoinDesk

Nenhum comentário:

Postar um comentário