Seguidores

sábado, 29 de março de 2014

Megagrupo chinês quer produzir 440 milhões de toneladas de minério de ferro em 10 anos

Megagrupo chinês quer produzir 440 milhões de toneladas de minério de ferro em 10 anos
Cansados de não conseguir impor os preços do minério de ferro os chineses partem, agora, para o plano B. Eles estão criando um grupo de empresas lideradas pela Ansteel que deverá adquirir minas, no exterior, com uma produção mínima de 200 milhões de toneladas de minério de ferro por ano. Os membros desse grupo, em torno de oito grandes mineradoras chinesas, deverão já estar produzindo, pelo menos, 30 milhões de toneladas de minério de ferro por ano, na China. O grupo, portanto, planeja produzir na China e no exterior, um mínimo de 440 milhões de toneladas em 2025.
A China é uma grande produtora de minério de ferro. No entanto a sua produção é feita por inúmeras pequenas minas com baixo controle de qualidade e tecnologia, tornando o minério produzido caro e de baixa qualidade.

Essa é, na realidade, a barreira que os chineses pretendem vencer: a da qualidade do produto interno. A produção de produtos de aço, na China, em 2013, foi de 1,07 bilhões de toneladas, mas poderia ser maior, caso o minério chinês tivesse uma maior qualidade.
Em 2013 o gigante asiático importou 820 milhões de toneladas de minério de ferro, 10,2% a mais do que em  2012. No mesmo ano a China produziu, internamente, 1,4 bilhões de toneladas de minério de ferro com custos elevadíssimos, entre US$100 a US$110/tonelada enquanto que a Vale, Rio Tinto e BHP colocaram seus produtos nos portos chineses com custos totais em torno de US$40-US$50/t. Com esses custos altíssimos as minas chinesas são pouco lucrativas e não conseguem investir o necessário em tecnologia, pessoal e equipamentos o que poderia torná-las mais competitivas.
É essa defasagem que realmente está em pauta. Se os chineses não tiverem qualidade no produto interno e um bom volume de minério importado de minas chinesas no exterior eles nunca conseguirão garantir um suprimento de minério a preço relativamente baixo que é o que a indústria do aço necessita para crescer, prosperar e suprir as necessidades internas decorrentes do plano de urbanização em andamento.

Foto: Xinhua

Nenhum comentário:

Postar um comentário