Seguidores

quinta-feira, 31 de outubro de 2019

ESTANHO

O estanho é um elemento químico classificado como um metal, identificado pelo símbolo Sn e número atômico (Z) 50. Tem uma massa molar de 118,71 g/mol e eletronegatividade de 1,96 na escala de Pauling. Esse elemento está situado na família IVA da tabela periódica. Sua configuração eletrônica é [Kr] 4d10 5s2 5p2, com 4 elétrons na ultima camada e ao formar ligações químicas pode tanto doar 4 elétrons quanto receber para atingir a estabilidade.
Em temperatura ambiente se encontra no estado sólido, é um metal cristalino de coloração branco prateada, maleável e resistente a oxidação, e um ponto de fusão de 232 ºC. O Sn é obtido principalmente do mineral cassiterita, onde se apresenta como um óxido, sendo produzido pela redução do minério com carvão em alto forno.

Cassiterita, mineral de onde o estanho é extraído. Foto: Albert Russ / Shutterstock.com
SnO2 + 2 C ⇒ Sn + 2 CO
Também é possível recuperar pequenas quantidades de estanho de sulfetos complexos como estanita, cilindrita, lindrita, canfieldita e teallita. É possível obter óxidos de Sn ao se aquecer o metal puro na presença do ar e em temperaturas superiores a 1500 °C. . Embora resista a corrosão quando exposto a água doce e salgada, pode reagir com ácidos fortes (ex: ácidos sulfúrico, nítrico e clorídrico), bases e sais ácidos.
Tem uma dureza de 1,8 na escala de Mohs (escala vai até 10), é maleável em baixas temperaturas porém é frágil quando aquecido e é utilizado para preparar ligas metálicas utilizadas para recobrir superfícies metálicas e proteger contra corrosão. Forma ligas de ferro, que são utilizadas no revestimento e acabamento de latarias de automóveis, e também com chumbo que servem como revestimento misturado ao zinco para impedir oxidação do aço.
Em função de sua maleabilidade o estanho metálico também tem aplicação na industria alimentícia, mais especificamente na fabricação de folhas de flandres utilizadas para conservação de alimentos. Além disso, é possível produzir laminas muito finas utilizadas em embalagens, como por exemplos barras de chocolate ou maços de cigarro.
Na forma de sal, o cloreto de estanho, é utilizado com agente redutor no processo de fixação de tintas no tecido morin além de ser adicionado em perfumes, sabões, sabonetes para fixar cor e perfume. Além de produção de remédios e fungicidas.
Na forma de estanho em pó, é pulverizado adicionados em painéis luminosos e pára-brisas que ajuda a remover água e gelo dessas superfícies.
Em temperaturas inferiores a 3,72 K (269,43) se transforma em um super condutor, sendo um dos primeiros a ter sido estudado. O composto nióbio-estanho Nb3Sn é utilizado para produzir fios de imãs supercondutores que embora pese poucas quilogramas são capazes de produzir campos magnéticos comparáveis a toneladas de eletroímãs tradicionais.
O Sn apresenta dois alótropos nas CNTP, o estanho branco com estrutura tetragonal de corpo centrado, e o estanho cinza com estrutura cúbica semelhante à do diamante.
Apresenta um total de 28 isótopos, sendo o elemento com o maior número de isótopos estáveis, ao todo 10. Em relação aos instáveis, temos os principais, Sn-113 (155,1 dias), Sn-117m (13,6 dias), Sn-119m (293,0 dias), Sn-121 (1,12 dias), Sn-121m (55,0 anos), Sn-123 (129,2 dias).






Fonte: PORTAL DO GEÓLOGO


PÉROLA


COMO SABER SE O OURO É VERDADEIRO??

Química desfolha grafite para fazer grafeno puro

Química desfolha grafite para fazer grafeno puro




Química desfolha grafite para fazer grafeno puro
Modelo da intercalação, uma técnica química e não-oxidativa para dividir o grafite em folhas puras de grafeno.
[Imagem: Mallouk Lab/Penn State University]

Fabricação de grafeno
Fabricar folhas monoatômicas de carbono nunca foi fácil.
Os pesquisadores que ganharam o Prêmio Nobel pela descoberta do grafeno fabricaram suas primeiras amostras colando uma fita adesiva sobre um bloco de carvão e puxando-a de volta.
Nina Kovtyukhova e seus colegas da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, conseguiram agora substituir o método físico da fita adesiva por um método químico.
Kovtyukhova descobriu como fazer com que ácidos especiais - conhecidos como ácidos de Bronsted - se imiscuíssem entre as camadas empilhadas do grafite e as separassem, produzindo folhas perfeitas de grafeno, sem qualquer contaminante.
Este método, conhecido como intercalação, é conhecido há bastante tempo, mas toda a literatura científica dizia que só era possível fazê-lo usando agentes oxidantes ou redutores, o que danifica o grafeno, mudando inteiramente suas características.
A nova técnica elimina a necessidade desses agentes, com as moléculas ou íons do ácido inserindo-se entre as camadas de carbono do grafite e separando-as em estado puro.
Materiais monoatômicos
A melhor notícia é que o método de intercalação parece ser versátil e aplicável a outros materiais monoatômicos.
A pesquisadora conseguiu também separar camadas puras de nitreto de boro, um material conhecido como boroceno, pelas suas similaridades com o grafeno - hoje já atraem a atenção também o fosforeno e o siliceno.
"Há inúmeros materiais em camadas similares ao grafeno, com propriedades interessantes, mas até agora nós não sabíamos como separar quimicamente os sólidos para fazer folhas sem danificar as camadas," disse o professor Thomas Mallouk, coordenador do trabalho.
Segundo ele, o próximo passo será descobrir como acelerar a velocidade da reação para que a técnica de intercalação química possa ser levada para a escala industrial.
Até hoje, grande parte do grafeno usado nos experimentos é feita pelo método da fita adesiva, embora avanços mais recentes já apontem rumo à produção industrial do grafeno.

Fonte: Site Inovação Tecnológica

Suzano, Copasa, Valid, Direcional e Hering divulgam balanços nesta quinta-feira

Suzano, Copasa, Valid, Direcional e Hering divulgam balanços nesta quinta-feira



Investing.com Brasil - 31/10/2019 - 14:48
Suzano
Suzano é o principal destaque na divulgação de resultados do dia (Imagem: Facebook)
A quinta-feira, após o fechamento dos mercados, será divulgada uma nova leva de resultados do terceiro trimestre do ano, com o principal destaque ficando para a Suzano (SUZB3), além da estatal mineira Copasa (CSMG3), da Valid (VLID3), da Direcional (DIRR3) e da Cia. Hering (HGTX3).

Confira o consenso do mercado e aposta do BTG Pactual para os dados de logo mais:

Suzano

O consenso de mercado aponta que a gigante do setor de papel e celulose deve reportar um prejuízo líquido por ação de R$ 1,98, sendo que, no mesmo período do ano passado, o resultado também foi negativo, mas de R$ 0,10, o que ficou abaixo dos R$ 0,12 negativos esperados. Entre abril e junho, a companhia teve lucro de R$ 0,51 por ação.
Entre abril e junho, a companhia teve lucro de R$ 0,51 por ação (Reprodução/Redes Sociais)
Em relação as receitas, a mediana das projeções dos analistas aponta para um total de R$ 6,19 bilhões para a Suzano (SUZB3), contra R$ 4,01 bilhões de um ano atrás, ante estimativa de R$ 3,81 bilhões. Já no segundo trimestre, o resultado foi de R$ 6,7 bilhões.
O BTG Pactual projeta que a Suzano deverá registrar prejuízo de R$ 3 milhões no período, o que é bastante diferente do consenso de mercado, que espera por perdas de R$ 2,752 bilhões. Já para as receitas, as estimativas são de R$ 3,804 bilhões. No caso do Ebitda, os analistas do banco projetam R$ 2,338 bilhões e margem de 38%, contra R$ 2,576 bilhões e margem de 40% do consenso.

Copasa

Para a estatal mineira de saneamento, é esperado que o lucro líquido por ação seja de R$ 1,39, ficando abaixo dos R$ 1,42 registrados no mesmo trimestre de 2018, quando o consenso era de R$ 1,26. Já no segundo trimestre, os números foram de R$ 1,26, superando os R$ 1,21 esperados pelo mercado.
No segundo trimestre, os números foram de R$ 1,26, superando os R$ 1,21 esperados pelo mercado
Para as receitas da Copasa, a mediana da projeção dos analistas aponta para R$ 1,11 bilhão, contra R$ 1,28 bilhão de um ano atrás e de R$ 1,09 bilhão há três meses.
O BTG trabalha com uma estimativa de lucro líquido de 167 milhões, contra R$ 156 milhões de consenso do mercado, e receitas de R$ 1,117 bilhão. Já para o Ebitda, a equipe estima R$ 452 milhões com margem de 40%, contra R$ 451 milhões e margem de 38% do esperado pelo mercado.

Valid

O consenso de mercado aponta que a companhia deverá reportar no terceiro trimestre lucro líquido por ação de R$ 0,50, sendo que um ano atrás, os números foram de R$ 0,22, mas frustram as estimativas de R$ 0,36 por ação. Já no segundo trimestre, a Valid apresentou lucro de R$ 0,08 por ação, contra R$ 0,14 esperados.
No caso das receitas, a mediana das projeções dos analistas aponta para R$ 490 milhões no período, superando os R$ 478,8 milhões de um ano atrás, quando eram esperados R$ 459,59 milhões. Já no segundo trimestre, o resultado foi de R$ 463,15 milhões.
O BTG trabalha com uma estimativa de lucro líquido de R$ 35 milhões, contra R$ 21 milhões de consenso do mercado, e receitas de R$ 1,117 bilhão. Já para o Ebitda, a equipe estima R$ 452 milhões com margem de 40%, contra R$ 451 milhões e margem de 38% do esperado pelo mercado.

Direcional

O consenso de mercado aponta que a construtora deve reportar um lucro o líquido por ação de R$ 0,21, sendo que, no mesmo período do ano passado, o resultado foi negativo de R$ 0,25, o que ficou abaixo dos R$ 0,30 negativos esperados. Entre abril e junho, a companhia teve lucro de R$ 0,17 por ação.
A construtora deve reportar um lucro o líquido por ação de R$ 0,21, segundo consenso do mercado
Em relação as receitas, a mediana das projeções dos analistas aponta para um total de R$ 407,01 milhões para a Direcional, contra R$ 309,96 milhões de um ano atrás, ante estimativa de R$ 287 milhões. Já no segundo trimestre, o resultado foi de R$ 374,75 milhões.

Cia. Hering

O consenso de mercado aponta que a companhia deverá reportar no terceiro trimestre lucro líquido por ação de R$ 0,37, sendo que um ano atrás, os números foram de R$ 0,31, diante de estimativa de R$ 0,29 por ação. Já no segundo trimestre, a Cia Hering apresentou lucro de R$ 0,30 por ação, contra R$ 0,35 esperados.
No segundo trimestre, a Cia Hering apresentou lucro de R$ 0,30 por ação, contra R$ 0,35 esperados
No caso das receitas, a mediana das projeções dos analistas aponta para R$ 396,49 milhões no período, superando os R$ 388,84 milhões de um ano atrás, quando eram esperados R$ 385,91 milhões. Já no segundo trimestre, o resultado foi de R$ 360 milhões.


Fonte: Investing.com

Os 10 metais MAIS PRECIOSOS do mundo!

VIDEOAULA - Minerais e Minérios

GEMOLOGIA

quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Raro diamante azul de 20 quilates é encontrado em país africano




Okavango Diamond Company (Foto: Um diamante raro e azulado foi descoberto em Botswana )

A Okavango Diamond Company (ODC), companhia governamental de Botswana (país localizado na região sul da África), revelou a descoberta de um diamante arredondado que pesa 20,46 quilates: uma das pedras mais raras do mundo, o diamante conta com uma coloração azul e surgiu há 3 bilhões de anos devido a atividades vulcânicas. Ele foi batizado de “The Okavango Blue”, em homenagem ao Delta do Okavango, reconhecido como Patrimônio Mundial pela UNESCO.
“Todos que viram o diamante ficaram maravilhados com sua coloração única, que vai além de qualquer outra pedra preciosa azul que se tenha visto antes. É incrivelmente incomum que uma pedra dessa cor e natureza venha de Botswana, é um achado único na vida, que é tão raro como uma estrela na Via Láctea”, afirmou um porta-voz da ODC, em comunicado. De acordo com ele, o diamante será vendido no ano que vem após passar por uma exibição. 

Os diamantes azuis, tais como o “The Okavango Blue”, são tão raros que, de acordo com especialistas, eles compõem apenas 0,02% do número de diamantes encontrados. Os diamantes azulados são formados por traços do elemento químico boro que substituem os átomos de carbono na composição da pedra. Quanto mais boro, mais vibrante é a tonalidade de azul.
Outras cores aparecem nos diamantes quando, além do carbono, há presença de outros elementos na composição da pedra ou quando há partículas de material mineral não pertencentes originalmente a esse tipo de pedra preciosa. Quando não há nenhuma impureza, os diamantes não apresentam coloração: são transparentes. 
Atualmente o diamante mais famoso do mundo é o Hope Diamond, que possui 45,52 quilates e está exposto no Museu Nacional de História Natural de Washington, DC, nos Estados Unidos.

Fonte: GALILEU

Estas são as Pedras Preciosas Mais Caras do Mundo!

Itaú BBA revela nova aposta de curto prazo em carteira Top 5

Itaú BBA revela nova aposta de curto prazo em carteira Top 5



Gustavo Kahil - 30/10/2019 
Cogna Educação
As ações da Cogna tem potencial de 47%, indica o Itaú BBA (Imagem: Youtube da Cogna)
As ações da Cogna (COGN3), ex-Kroton, foram as escolhidas do Itaú BBA para compor o portfólio Top 5 no lugar dos papéis do Bradesco (BBDC4), revela um relatório enviado a clientes nesta quarta-feira (30) e obtido pelo Money Times.
“Continuamos confiantes o banco para o longo prazo, mas dada a alta expressiva neste curto período (11% no mês) e considerando que a carteira busca capturar oportunidades de curto e médio prazo, preferimos realizar lucros neste momento”, aponta o time de estratégia.
A seleção de ativos do BBA tem alta de 49,3% em 2019.

Cogna

Os analistas ressaltam que os resultados da empresa no terceiro trimestre, a serem publicados no dia 13 de novembro, ainda devem revelar um cenário desafiador para o ensino superior.
Ainda assim, os papéis se mostram uma boa alternativa tendo em vista a queda de 16% desde 19 de setembro, o que os levou para um nível mais barato.
Veja a composição atual da carteira:

Fonte: MONEY  TIMES

Brasil está acelerando, apontam Merrill Lynch e UBS a investidores globais

Brasil está acelerando, apontam Merrill Lynch e UBS a investidores globais



Gustavo Kahil - 
Brasil
As projeções para o PIB do Brasil voltaram a crescer (Imagem: Pixabay)
A economia brasileira está acelerando, dizem os bancos Bank of America Merrill Lynch e UBS em relatório globais enviados a investidores internacionais nesta terça-feira (29) e que foram obtidos pelo Money Times.
O mais ousado em suas estimativas é o americano BofA ML. O documento assinado por David Beker e Ana Madeira derruba a projeção para o juro de 4,75%, feita em julho, para 4%. O novo patamar seria alcançado em 2020 após chegar em 4,5% em dezembro.
Além disso, a expectativa para o PIB em 2019 subiu de 0,7% para 1% e a do ano que vem de 1,9% para 2,4%. O relatório Focus do Banco Central, que colhe as projeções 77 economistas, projeta um avanço de 0,91%. Os números sobem há duas semanas. Para 2020 a estimativa é de 2%.
“Dados recentes parecem estar mostrando que o pior para o crescimento do PIB foi deixado para trás e as perspectivas de atividade à frente estão melhorando”, relatam Beker e Madeira, que citam as reformas econômicas e o controle da inflação.
B3
O momento está positivo para o crescimento dos resultados das empresa, indica o UBS (Imagem: Alberto Ruy/MInfra)

Compre Brasil

O UBS também vê sinais de aceleração para o crescimento do PIB e admite que a sua projeção de 0,8% para 2019 pode ser superada, escrevem os economistas Rafael De La Fuente, Tony Volpon e Fabio Ramos.
Além disso, dentre os mercados emergentes, o Brasil foi reafirmado como a principal recomendação global do UBS. O banco cita as reformas estruturais e o momento positivo para crescimento dos resultados das empresas.

Fonte: MONEY  TIMES