Seguidores

terça-feira, 30 de junho de 2015

Sem fundos e prejudicada pela corrupção

Sem fundos e prejudicada pela corrupção, Petrobras corta investimentos em 37%. É o fim da autossuficiência de petróleo.





A notícia já era esperada. A Petrobras, a empresa mais endividada do mundo, foi forçada a cortar o seu ambicioso plano de investimentos entre 2015 a 2019 em 37%. Consequentemente a empresa espera investir um total de US$130,3 bilhões: um corte gigantesco de R$239 bilhões nos investimentos futuros.

A empresa está enfraquecida pela péssima gestão de anos e pelo roubo e corrupção que gerou um prejuízo de bilhões em um processo que ainda não terminou.

Com essa redução de investimentos cai, também, a previsão de produção futura.

Segundo a estatal em 2020 a produção não irá ultrapassar 2,8 milhões de barris por dia. Isto significa que o Brasil não conseguirá atingir a sonhada autossuficiência em petróleo, pois o consumo em 2020 será superior a 3 milhões de barris por dia.

A previsão antes dos cortes era que a Petrobras iria produzir 4,2 milhões de barris por dia.

As notícias assustaram os investidores e as ações despencam 4% no momento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário