Seguidores

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

O TESOURO DE SNETTISHAM

O TESOURO DE SNETTISHAM


O tesouro de Snettisham, Norfolk (Inglaterra), é considerado o maior achado arqueológico da Idade do Ferro no Reino Unido. As primeiras escavações foram em 1948, seguidas por outras em anos diferentes, sendo que a última ocorreu em 1991.
As diferentes escavações descobriram sítios arqueológicos de períodos diversos, começando por pequenos objetos datados do período Neolítico, seguido por variados objetos datados da Idade do Ferro e chegando até achados datados do período imperial romano, quando Nero era imperador.
Peças de cerâmica, como vasos e ânforas de bronze contendo variados fragmentos de peças em metal, torques em bronze, ouro e prata, incrivelmente confeccionados, fazem parte dos achados arqueológicos datados da Idade do Ferro. Vasos de cerâmica, barras em ouro e prata fazem parte do período romano na Inglaterra e no sítio arqueológico em questão acredita-se, apesar de não haver propriamente nenhum indício de construção, ter sido um templo romano - já que os romanos costumavam erigir templos sobre lugares de oferenda mais antigos já existentes à época.
Os objetos mais importantes, tanto pelo perfeito estado de preservação quanto pela beleza das peças, são todos celtas: 75 torques confeccionados em ouro, de um total de 175 peças, sendo que dos outros 100 torques foram encontrados apenas fragmentos ou uma parte da peça somente e 234 moedas.
Os torques foram confeccionados de várias maneiras, sendo as mais recorrentes a do torque feito de dois ou três fios de metal torcidos juntos ou então a do chamado torque-tubular, confeccionado a partir de um único fio cilíndrico oco de metal que era então retorcido.
Pela quantidade de torques encontrados, sendo que a maioria em fragmentos, sugere-se que parte do sítio em questão poderia ser a oficina de um artesão celta. Os arqueólogos envolvidos chegaram também ao que parece ser o mais provável, considerando-se toda a área de escavação arqueológica, já que por certo (devido a estudos comparativos com outros importantes achados arqueológicos pelo país) os objetos celtas encontrados refletem um estilo local e a utilização de metais que eram encontrados na região: eram partes do tesouro da casa reinante conhecida como Iceni e seus predecessores. Seja como for, o tesouro de Snettisham surpreende pela riqueza existente nesta parte do mundo, durante a Idade do Ferro. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário