Seguidores

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Ouro fecha em baixa, com eleição na França e votação de reforma na saúde nos EUA

Ouro fecha em baixa, com eleição na França e votação de reforma na saúde nos EUA


O contrato futuro de ouro fechou em baixa nesta quinta-feira, 4, pressionado pelo cenário das eleições presidenciais francesas e pela votação do projeto do Partido Republicano de reforma na saúde na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos. Na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro para junho fechou em queda de 1,59%, a US$ 1.288,60 por onça-troy.
Líderes republicanos na Câmara disseram que votariam o projeto do partido que revoga e substitui o Ato de Cuidado Acessível (Obamacare) nesta tarde. Os investidores veem a votação como um teste da capacidade do presidente Donald Trump de aprovar leis como os investimentos em infraestrutura e a reforma tributária no Congresso.
Além disso, pesou sobre o ouro o comunicado do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), divulgado na quarta-feira, que deixou as portas abertas para um novo aumento nas taxas de juros na reunião de junho do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês). Taxas de juros mais altas tendem a pesar sobre o metal precioso, que passa a competir com investimentos cujo rendimento aumenta quando ocorre um aperto monetário.
Além disso, o debate entre os candidatos à presidência da França foi favorável ao centrista Emmanuel Macron, que compete com a líder do partido de extrema-direita Frente Nacional, Marine Le Pen, segundo pesquisas de intenção de voto.
Com isso, a chance de uma saída da zona do euro, como deseja Le Pen, diminui. “Os investidores olham ao redor e não veem nada preocupante no horizonte por agora”, disse George Gero, diretor-gerente da RBC Capital Markets.
Fonte: Dow Jones Newswires

Nenhum comentário:

Postar um comentário