Seguidores

sábado, 4 de março de 2017

J. Mendes completa 50 anos com desafios e oportunidades

J. Mendes completa 50 anos com desafios e oportunidades
Há 50 anos, completados em dezembro de 2016, nascia a J. Mendes, uma mineradora liderada pelo empresário mineiro José Mendes Nogueira. Muita coisa mudou nesse período, no País, no setor e no próprio empreendimento. O Brasil viveu crises econômicas, planos de recuperação, troca de moedas. Bons ventos também sopraram, com expressivo crescimento do Produto Interno Bruto (PIB). No cenário
externo, a China surgiu como um potente mercado consumidor de commodities.

O segmento de mineração, notadamente a J. Mendes, enfrentou os desafios e aproveitou as oportunidades. Tecnologias mais avançadas foram criadas e a empresa se manteve atualizada e atuante, confirmando sua presença no mercado, pela solidez, competência e eficiência.

A marca J. Mendes se consolidou ao longo dessas cinco décadas pela qualidade de seus produtos, com uma atuação baseada na valorização da pessoa - funcionários, parceiros, fornecedores e mercado consumidor, pelo respeito ao meio ambiente - com políticas que vão além das exigências legais de contrapartida ambiental - e também pelas suas ações na área social e cultural – com investimentos diretos e leis de incentivo.

A história da J. Mendes, escrita pelo seu fundador, o empresário José
Mendes Nogueira, passa inicialmente pelas serras dos municípios de Itatiaiuçú e Itaúna, onde as primeiras produções ocorreram à época, com a lavra e carregamento manual do minério de ferro granulado, para atender aos alto-fornos de gusa da região na mina Somisa.

No seu crescimento, contou com a abertura de novos empreendimentos,
como as minas J.Mendes, Global e J-8, chegando a alcançar um volume anual de 8 milhões de t de produtos.

Em 2007, com o boom da demanda do mercado chinês, o porte do empreendimento da J. Mendes chamou a atenção dos grandes players do setor, o que culminou com a venda dos ativos do grupo na região da Serra Azul para a Usiminas.

Como a tradição de mineração é considerada um valor, a família Mendes manteve a J-8 sob seu controle, mudando sua razão social para Ferro + Mineração S.A.

Com o passar dos anos, a J. Mendes cresceu, investiu em novas tecnologias e expandiu suas atividades. Tornou-se um grupo com atuação em extração, beneficiamento, concentração e comercialização de minério de ferro, e hoje conta com a Ferro + Mineração S.A., nas cidades de Ouro Preto e Congonhas, e também a mais recente mina JMN Mineração S.A., situada nos municípios de Desterro de Entre Rios e Piracema, além de outros ativos minerários em fase de licenciamentos. No setor logístico, possui participação no terminal ferroviário SCOF, em Joaquim Murtinho.

Toda esta história de sucesso se fez possível porque uma coisa nunca mudou, desde a fundação: trabalhar sustentado pelos pilares da ética, do respeito e da transparência. Esses valores pautam cada atividade interna ou relação externa. “Esse é um tripé importante em qualquer empreendimento, e fundamental em empresas familiares”, comenta Renata Nogueira, coordenadora de Comunicação da J Mendes.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário