Seguidores

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Guide troca Embraer por Rumo em carteira recomendada para a semana

Guide troca Embraer por Rumo em carteira recomendada para a semana

Investing.com Brasil - 17/12/2018 - 15:43
Por Investing.com – A Guide Investimentos divulgou nesta segunda-feira a carteira recomendada para a semana que se encerra no dia 21 de dezembro. A corretora realizou uma única troca, com a saída das ações da Embraer (EMBR3), dando espaço para o ingresso da Rumo Logística (RAIL3).
Na semana encerrada na última sexta-feira, as recomendações da corretora tiveram ganhos de 0,31%, contra 1,79% do Ibovespa. No acumulado do ano, os portfólios levam desvantagem em relação do índice Ibovespa, com ganhos de 10,05% contra 14,43%.
Na última semana, o destaque negativo do portfólio foi Braskem (BRKM5), com perdas de 2,81%, Na outra ponta, Banco do Brasil (BBAS3) limitou uma queda mais forte da carteira.
Contexto Econômico
Por aqui, o grande destaque da semana será a divulgação da ata do COPOM, amanhã (18/12), que trará informações valiosas acerca de como a diretoria do banco central está vendo o cenário do juros local. Ainda na seara monetária, na quinta feira, será divulgado o relatório trimestral de inflação, onde diversas projeções e cenários do banco central serão conhecidos pelo mercado.
O documento é um importante balizador de expectativas dos agentes de mercado quanto ao comportamento da política monetária nacional.
No mercado externo, a política monetária também dominará: na quarta feira será o anúncio da decisão da taxa de juros pelo Fed. A expectativa é de que a taxa de juros sofra o seu quarto aumento de 25 pontos base no ano, chegando a 2,5%. Após o anúncio, o mercado ficará atento ao discurso do Presidente do Fed, Jay Powell, buscando sinalizações dos próximos passos que a política monetária americana irá tomar.
Para essa semana, a opção foi por retirar os papéis da Embraer, após aprovação do conselho da parceria com a Boeing, e foram incluídos os ativos da Rumo. Afinal, a queda recente deste início de mês não se justifica pelos seus sólidos fundamentos.
Para a carteira, estratégia segue sendo de manter maior exposição em papéis correlacionados com a atividade doméstica (BBAS3 e LREN3), e papéis que contém eventos no curto prazo (BRKM5 e PETR4, por exemplo).
Composição: Lojas Renner (LREN3), Banco do Brasil, Petrobras (PETR4), Rumo e Braskem.

Fonte: MONEY  TIMES

Nenhum comentário:

Postar um comentário